Páginas

Clicks do flickr.

Oi gente, tudo bem?
Preciso dá uns ups aqui. Tenho sumido demais (até mais do que deveria) as provas estão me sufocando. Ainda não deu pra pensar em projetos legais pro blog. Mas já resolvi que vou colocar ele com o foco mais em textos, fotografias, e músicas. Mais pra blog de comportamento mesmo sabe? Acho que vou me sentir melhor assim. Aliás, tem vários textos pra serem postados.

Já voltando pra um dos focos do blog (fotografia) resolvi fazer um post com algumas fotografias +/- recentes. (preciso urgentemente sair pra fotografar, mas enfim). Separei os clicks favoritos, mas quem quiser conferir mais é só conferir lá no meu flickr


              



    
   



   



 

 Ainda sou bem amadora, e minha câmera não é lá essas coisas. Mas me esforço com algumas técnicas, na hora de tirar a foto e na edição pra conseguir um resultado melhor. (aliás, vou fazer um post sobre isso depois)
Ainda preciso atualizar o flickr (pense em uma pessoa preguiçosa?) mas quando sair pra fotografar e tirar novas fotografias juro que posto tudo aqui!


Até mais! 
Angélica Pinheiro

Fotos: Arquivo pessoal.

Mais uma pra você.




Perdi a conta de quantas vezes abri o meu caderno de anotações hoje, comecei um texto, fiz duas ou três linhas, apaguei, refiz. E pra ser sincera não consegui escrever nada, nenhuma palavra se quer, é um sentimento não escrito. Pela primeira vez em meus 15 anos e alguns meses que não sei como começar um texto, ou ainda como prossegui-lo . Depois de você não consigo mais expressar sentimentos, você me deixa com os pés fora do chão. E você sabe bem que só sei escrever baseado em coisas reais, mesmo que sonhos. E a cada vez que tento escrever uma palavra se quer as lembranças me atormentam. Eu choro, me estresso, jogo o caderno em cima da cama, tiro a música, desligo a luz, e vou deitar. É sempre assim. Sempre fui imprevisível, mas você me trouxe uma confusão que eu capaz seria de prever.

Pedi pra você me deixar, me esquecer, mas nem eu ao menos consegui te esquecer. Desde que terminamos tenho transbordado mais você que o normal. Encontrei uns papeis amarrotados hoje ao arrumar meu quarto, coisa que não fazia á séculos, mas é uma das poucas coisas que realmente me concentra, e eu precisava tirar o pensamento de você. Cartas, fotos, mensagens, músicas.. A onda da saudade em mim é cada vez maior, não estou habilitada á surfar nesses mares. A saudade já não bate, ela espanca. E de pensar que eu reclamava das surras da minha avó.

Eu não quero precisar de você, eu não posso precisar de você. Mas não consigo tirar o pensamento de você, só queria teu abraço e ouvir que iria ficar tudo bem. Eu só rezo pra ficar, ficar tudo bem. Mas eu sei que não vai. Não tão cedo. Eu me dei demais, as vezes eu esqueço o quanto sou intensa. Agora estou aqui, olhando fixada mente para o caderno, com folhas amareladas e vazias, você levou minha inspiração, mas deixou de bônus a saudade. Mas eu preciso resgatar, preciso transbordar, preciso urgentemente descarregar esses sentimentos, essas saudades que estão me sufocando.

Poderia te mandar um oi, apenas um oi. Mas você não responderia, estaria ocupada com a sua namoradinha nova, não? Mas isso não me convêm. Penso em escrever sobre amor, e termino falando sobre você, escrevo sobre o por do sol, a lua, e o final vem com você. Acho que você não entendeu que tem sido o motivo de tudo, do meu sorriso, e das minhas lágrimas. Você é a minha inspiração, e a falta dela. Você é o sono e a insônia. É a música e o silêncio.

Eu não queria escrever sobre farelos, migalhas que sobraram de nós dois. Mas precisava me livrar disso tudo.  Nós fomos tudo, fizemos planos e você me prometeu o céu, a lua. Foi a única pessoa que confiei de olhos vendados, e me entreguei de vez sem pensar se era ilusão ou não. E eu ainda não me perguntei. Essa é mais uma das milhares de coisas que eu queria te perguntar, foi verdadeiro? Me diz que sim, e que não to escrevendo as 2:56 da madrugada atoa. Porque essa não é só mais uma crônica clichê, é mais uma crônica sobre você.

Top 10: Nosso tempo é hoje/Luan Santana.

 
 Oi gente, sumi mas tô de volta!!
Esses dias tá tudo meio tumultuado e quase não tô tendo tempo pra atualizar o blog com conteúdos legais, e pra sair pra fotografar, mas já já, volto a ser só de vocês. (espero por férias).
Pra quem não sabe eu amo sertanejo, e o meu cantor favorito é o Luan Santana (muito amorzinho ele). Pra quem não sabe (também) ele lançou agora seu novo (e terceiro) DVD nosso tempo é hoje com 20 faixas. Decidi fazer um top 5 com as melhores músicas do cd, e acabou que virou um top 10. Fico toda indecisa quando se fala de músicas e ainda mais de músicas de ídolos meus.
Grande parte das músicas tem um ar romântico, com estilo de declaração (que eu amo). Não há necessariamente uma ordem, fui colocando aleatoriamente, confiram:

Te vivo. (o clássico)

Cabou Cabou. 


Tudo o que você quiser.
 

Ce topa. 


Tanto faz.


Te esperando.


Te vejo linda.



Isso que é amor.


Promete


Parede Branca



Acompanhe também:
Pagina | Twitter | Ask | Youtube

É só mais uma carta não enviada.

 helena
“O.k. São quase duas da madrugada e eu estou aqui escrevendo sobre você. Deve fazer algumas horas  da ultima vez que nos falamos, e mesmo assim ainda tenho uma saudade tremenda. Me despedi, e você pediu pra eu dormir bem, tanto pediu que acabei dormindo. Antes disso fiquei imaginando quantas vezes você me trouxe paz, e quantas outras você me trouxe insônia no meio da madrugada, e olha, eu perdi a conta. Puta merda, é exatamente isso que está acontecendo agora. Você pode me devolver meu sono, por favor? Amanha, ops, hoje, tenho aula cedo, e um seminário pra apresentar, obrigada. Ah, preciso te falar sobre o resultado da minha prova de matemática, te contei que invés de calcular as equações, e formulas, fiquei calculando a distância que me impede de te abraçar? E que perdi as contas ao medir o quanto já estou dependente de você? Para de sorrir, caramba. Não tem graça. Mesmo teu sorriso sendo lindo e encantador pra dedéu, isso não tem graça. Mas olha, mesmo assim ganhei metade de um coraçãozinho da professora, isso porque só me dei conta de que deveria focar na prova, na metade da aula. Acordei perdida na madrugada, tinha sonhado com você, como todos os outros dias dessa semana, é algum tipo de macumba? Me conta. Sonhei com você, e acordei com uma saudade boa, confortante, e um sorriso no rosto capaz de iluminar toda á minha casa. Mas o que eu queria agora não era esse tipo de luz, porque a única luz que funciona comigo, é você. Poderia te abraçar agora, ou ainda deitar no teu peito, sentir o teu perfume, teu calor, receber um cafuné, e não ter hora pra te soltar. Eu to delirando? Tem mais você em mim do que deveria. Liguei o rádio na 150.7 pra tentar tirar o pensamento de você, e fui surpreendida com aquela música que você me mandou 3:01 da manha, lembra? Até o rádio ta conspirando com a saudade, devo jogá-lo fora? Ai que nostalgia, parece clichê, e se for, não to nem ai. Nós dois sabemos bem  o quanto tenho sido clichê ultimamente, mas você me disse que gostava desse meu lado clichê, romântico, bobão. Não tenho nada á dizer, gosto de todos os teus lados. Te sinto em todos os cantos. Teu casaco está jogado na pilha de livros em baixo da janela, com teu cheiro impregnado, seu cheiro entra com a brisa da noite...  já falei que tenho você demais em mim, não é? Tenho tanto que transbordo em textos, e melosidade. Ah, que vontade de te abraçar agora, e mandar essa saudade embora. Lá pro finalzinho do arco-íris buscar o tesouro. Que saudade idiota, mal sabe que o tesouro, é você. E se eu competir com a saudade, e pegar um atalho agora, será que consigo chegar lá primeiro, e te encontrar? E te ter de vez pra mim? Diz que sim, e que eu não to delirando, por favor. É tarde da madrugada, isso são horas de estar chegando de alguma festa por ai, livre, desapegada, como em 2009. Mas estou aqui, deitada em uma cama pequena, vazia, escrevendo uns versos, uma carta. Será que estou doente? Acho que vou chamar á tua vó, ou era á tua tia que era medica? Não me lembro bem. Mas na verdade o único medicamento que teria efeito em mim, é você. Começou á chover, chover algo além de saudade. Os pingos de chuva batem na janela, poderia ser você. Abriria, e dançaríamos juntos na chuva, como naquele filme que assistimos juntos. Minhas mãos começaram á doer, e antes de enrolar esse papel e jogar no monte de cartas não enviadas, queria te dizer que... Ah, deixa quieto, esquece. Aliás, é só mais uma carta não ser enviada, não é mesmo?”.

Resenha: Serum protetor maxiline.

Oi gente, dei uma sumida, não é? Mas voltei! Gostaram do novo layout do blog? quando enjoou de uma coisa é pra valer, precisava mudar de layout mesmo sem motivo especial, se acostumem. 
Vim falar de um produto milagroso que comprei esses dias. É um serum protetor que além de deixar os fios mais resistentes, proteger os cabelos e tudo mais, abaixa o frizz, deixando o cabelo com um efeito natural e duradouro. Cortei meus cabelos +/- curto esses dias, e com meu cabelo maior o frizz não era um grande problema já que deixava o cabelo bonito, ondulado e etc, mas com ele mais curto se tornou indispensável usar esse serum (indicado pelo meu cabeleireiro).



 Na embalagem mostra um de seus resultados prometidos: Fios mais resistentes. Ação condicionante e filmógena. Proteção térmica e solar dos fios. Promete reparação dos cabelos, incluindo a diminuição do frizz.

Pode ser aplicado com os cabelos úmidos ou secos, sem enxague. Super indico o uso, sempre utilizo antes e depois de secar os cabelos, em quantidade pequena (aproximadamente o tamanho de uma gota, dependendo do tamanho dos cabelos) já tem um ótimo resultado. Logo após aplicado deixa o cabelo com um ar de oleoso, e depois de um tempo da aplicação aparecem os resultados. O cabelo com um ar de natural, estando ou não pranchado, etc.



Os finalizadores compõem uma linha formulada para potencializar e finalizar os tratamentos, cortes e penteados, além de proporcionar proteção térmica e solar dos fios. Praticidade no dia a dia e resultado ideal para as necessidades do seu cabelo. Protege os cabelos da ação térmica e solar e promove fios mais resistentes. Através da sinergia das bases altamente condicionantes, os silicones fortalecem a parte externa do fio, promovendo melhor penteabilidade, sensorial diferenciado, reparação e proteção aos cabelos. 

Comprei em um salão aqui da minha cidade, mas encontrei algumas lojas online que também vendem: aquiaqui, e aqui. Além de poder encontrar no site da Maxi Brasil, fazendo uma busca pelo seu estado/cidade, te indicarão lojas que você possa encontrar o produto, legal e prático, né?
Enfim, o produto está aprovado!! Já conheciam o serum?
Beijos.
Angélica Pinheiro.


Acompanhe também:
Pagina | Twitter | Ask | Youtube
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger