Páginas

Então supera.

Tanto fingi que não me importava que já não me importa mais. Paguei de desapegada que finalmente me desapeguei. Não era você que dizia vivendo que eu não conseguiria viver sem você? Sorte minha que o mundo gira, o tempo muda a vida passa, as coisas cicatrizam, e outras pessoas entram na nossa vida, enquanto outras saem, e dessa vez, quem saiu foi você.  O que era inverno, virou verão. O que era dor, virou solução. Saudade passou, lembrança cicatrizou. Tanto pagou pra vê, que viu. Já não me importo mais com suas saudades, ou ainda seus sentimentos. Não foi você que mandou eu superar? Que afirmou que eu não te conhecia? Supera agora querido, supera! Aprende pelo menos uma coisa na vida, você perdeu, e perdeu feio. Porque como dizem, de virada é mais gostoso. Porque, aliás, quem não me conhece aqui é você, não sou assim, sou muito pior do que você imagina. Te faço uma rima se você quiser, te faço um poema pra você entender, que a ultima pessoa no mundo que eu quero ter por perto, é você. Então, não espera, supera!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Sejam bem vindos :) O seu comentário é muito importante, não deixem de opinar, deixar criticas, sugestões e etc. Deixe o link do seu blog que retribuirei a visita
@angelicapmota

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger